Motocross
Evento de Motocross na Cortelha

GrupoEtnografico
Grupo Etnográfico da Serra do Caldeirão

ManjaresSerranos

Manjares Serranos da Cortelha


FestivalFolclore
Festival de Folclore da Cortelha

Pedestre
Passeio Pedestre

Bem vindo ao site da Associação dos Amigos da Cortelha

Terça, 27 de Fevereiro de 2024

Segunda, 04 de Agosto de 2008
Versão de Impressão | Enviar este artigo a um amigo

Manjares Serranos 2008A acolhedora aldeia da Cortelha, no interior da Serra do Caldeirão, recebeu no passado fim-de-semana mais uma edição dos Manjares Serranos, acompanhados pelo tradicional Festival de Folclore, num duplo evento de sucesso que conquista a cada ano novos públicos, divulgando os sabores e tradições da região.


Foram centenas, os visitantes que se deslocaram ao interior da freguesia de Salir, concelho de Loulé, nos dias 2 e 3 de Agosto, para assistir e participar num duplo evento que é já imagem de marca no contexto das iniciativas culturais organizadas na região. A típica aldeia da Cortelha, pelas mãos da Associação do Amigos da Cortelha, voltou a organizar os tão esperados Manjares Serranos, aos quais surge associado o Festival de Folclore da Serra do Caldeirão.

As constantes melhorias e embelezamentos do recinto, associados ao profissionalismo e arte de bem receber das gentes da serra, cativam a cada ano novos públicos, não sendo desta forma de estranhar a grande afluência de visitantes que marcou presença na 8ª edição do Manjares Serranos, 5ª do Festival de Folclore. Realce para a presença de bastantes turistas, que encontram neste evento as mais genuínas tradições do interior algarvio, quer seja através dos paladares ou mesmo dos sons vindos do palco.

Para completar o fim-de-semana, um dos mais tradicionais do ano, destaque para os bailes serranos e para a variada música tradicional.

FESTIVAL DE SABORES DELICIA VISITANTES

Na 8ª edição dos Manjares Serranos não poderia faltar a tradicional orelha de porco, o chouriço e presunto caseiro, o galo guisado com batatas, borrego com grão ou javali no forno e as famosas papas de milho, acompanhados de vasta doçaria regional algarvia e da aguardente de medronho. Estes foram apenas alguns dos pratos e sabores que deliciaram todos quantos ousaram provar tais iguarias, dignas de figurarem entre os mais típicos Manjares Serranos. A cozinha da Serra, tão rica em aromas e sabores, conquistou os visitantes e deixou água na boca, com pratos confeccionados com produtos da região e pelas mãos de quem sabe, pelas mãos das gentes do Caldeirão.

Este Festival de paladares transporta o visitante para tempos e lugares de antigamente, promovendo e divulgando os mais antigos sabores da Serra do Caldeirão.

FOLCLORE DE QUALIDADE ANIMA SERRA DO CALDEIRÃO

Para abrilhantar o V Festival de Folclore da Serra do Caldeirão, o cartaz era de peso. A noite, amena e convidativa, iniciou-se com a prestação do Grupo Folclórico e Cultural da Boavista, originário do concelho de Portalegre. Seguiu-se o Grupo Típico "O Cancioneiro de Castelo Branco", numa actuação que ficou marcada pelo empenho e pela paixão demonstrada por todos os elementos do grupo. De Lisboa veio o Grupo Etnográfico Danças e Cantares do Minho, fundado por minhotos residentes em Lisboa e que de forma muito honrosa divulgou a cultura e as tradições minhotas. Para completar um cartaz com representantes das mais distintas regiões do país, veio de Santarém o Grupo Folclórico de Abitureiras. Dançou as simples mas elegantes melodias do Povo do Bairro e destacou-se pela indumentária e pela simplicidade das suas danças. Finalmente, subiu ao palco o tão esperado grupo anfitrião, o Grupo Etnográfico da Serra do Caldeirão. Para além da qualidade organizativa, patente em todos os pormenores deste Festival, a qualidade em palco foi a habitual, conquistando todos os presentes. Teve, sem dúvida, uma actuação honrosa, merecidamente aplaudida no final do Festival.

Este duplo evento, demonstrou mais uma vez que o folclore e as tradições e sabores da Serra estão bem vivos, para gáudio das muitas centenas de pessoas que passaram pelo acolhedor e bem decorado recinto. Bem receber e elevada qualidade organizativa foi mais uma vez o lema da Associação do Amigos da Cortelha.

Os Manjares Serranos e o Festival de Folclore da Serra do Caldeirão tiveram entrada livre e foram uma organização da Associação dos Amigos da Cortelha, com o apoio da Câmara Municipal de Loulé, da Junta de Freguesia de Salir, da Região de Turismo do Algarve, do INATEL e da Escola Integrada de Salir.