Motocross
Evento de Motocross na Cortelha

GrupoEtnografico
Grupo Etnográfico da Serra do Caldeirão

ManjaresSerranos

Manjares Serranos da Cortelha


FestivalFolclore
Festival de Folclore da Cortelha

Pedestre
Passeio Pedestre

Bem vindo ao site da Associação dos Amigos da Cortelha

Domingo, 24 de Outubro de 2021

Segunda, 09 de Fevereiro de 2009
Versão de Impressão | Enviar este artigo a um amigo

As freguesias de Alte, Ameixial, Benafim, Boliqueime, Querença, S. Clemente, S. Sebastião, Salir e Tôr vão integrar uma Rede de Animação Local no âmbito de uma candidatura da Associação In Loco ao PRODER (Programa de Desenvolvimento Rural), Subprograma 3 - Dinamização das Zonas Rurais.

Esta iniciativa consubstanciada numa proposta de Estratégia Local de Desenvolvimento para o Interior do Algarve Central, e num contrato de parceria, que integrou um grupo de parceiros, entre os quais o Município de Loulé, constituindo o Grupo de Acção Local.

Assim, prevê-se, para além de outras acções, a criação de uma dinâmica de animação territorial, que será desenvolvida por 5 animadores da Associação In Loco, com larga experiência adquirida no âmbito do LEADER e LEADER+.

Assim, esta intervenção vai passar pela produção de boletins informativos (suporte papel e digital) dirigidos às autarquias, serviços públicos, entidades locais, empresários e população do território; mobilização e animação de comissões locais de freguesia; organização de reuniões de reflexão e de balanço em cooperação com as comissões locais de freguesia; apoio à realização de reuniões de parceria alargada responsável pela intervenção; identificação de necessidades de formação por parte de promotores e de responsáveis ou técnicos das entidades integradas na parceria; organização e apoio à realização das acções de formação que respondam às necessidades detectadas; identificação de potenciais oportunidades de negócio e actividades inovadoras, nomeadamente na área das energias e soluções tecnológicas alternativas; identificação de potenciais parcerias dentro e fora do território de intervenção e apoio à sua consolidação; apoio a actividades de promoção do território, dos produtos e dos serviços locais.

Por outro lado, a informação e apoio a promotores de projectos, quer públicos ou privados, será feita através da organização de sessões de informação sobre incentivos financeiros, programas e estratégias em curso; produção e difusão de material informativo (em suporte papel e digital) dirigido aos promotores de projectos; identificação e amadurecimento de ideias de projecto; organização de visitas de estudo com vista à concepção de projectos viáveis e inovadores; enquadramento dos projectos em programas específicos; apoio técnico na elaboração de dossiers de candidatura; identificação da legislação em vigor e apoio na adequação dos projectos aos normativos locais; acompanhamento dos promotores durante a fase de execução dos seus projectos; estabelecimento de contacto com as autarquias e os serviços públicos com vista à agilização dos processos de licenciamento dos projectos e das actividades; apoio à articulação entre promotores com vista à melhoria, consolidação e promoção da complementaridade das suas respectivas iniciativas.

Para levar por diante esta iniciativa, que contará com o suporte de toda a estrutura técnica e logística do Centro de Apoio ao Desenvolvimento Sustentável da Serra do Caldeirão, a Câmara Municipal de Loulé e a Associação In Loco celebraram um protocolo de cooperação, através da qual a edilidade se compromete a fazer o acompanhamento do processo nas freguesias e a co-financiar as despesas com os animadores, com as seguintes verbas: 21.600€, em 2009; 22.032€, em 2010; 22.472,64€, em 2011; 22.922,04€, em 2012; 23.380,56€, em 2013.

* in cm-loule.pt